02 – BELÉM SEDIA O XXVII ENCONTRO NACIONAL DE TRATAMENTO DE MINÉRIOS E METALURGIA EXTRATIVA (XXVII ENTMME)

Ano 5 (2018) - Número 1 Notícias

CHOQUE FERNANDEZ, Oscar Jesus¹, COSTA, Jaime Henrique Barbosa da²

¹ Instituto Federal do Pará , IFPA-Campus Belém, Prof. Dr. Curso Técnico em Metalurgia/Engenharia de Materiais, oscar.fernandez@ifpa.edu.br
2 Instituto Federal do Pará , IFPA-Campus Belém, Prof. Dr. Curso Técnico em Mineração/Engenharia de Materiais, jaime.costa@ifpa.edu.br

 

De 23 a 27 de outubro de 2017 foi realizada no Hotel Princesa Louçã em Belém do Pará o XXVII edição do Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa, o mais importante evento técnico e científico dessa temática em âmbito nacional e que acontece desde 1973. Participaram do XXVII ENTMME profissionais, gestores, pesquisadores, , professores e estudantes das instituições de ensino e pesquisa dos setores mineral, metalúrgico, petrolífero, ambiental e de recursos hídricos, bem como técnicos de empresas de serviços, consultoria e demais profissionais das áreas mínero-metalúrgicas e do meio ambiente.

Esta foi a primeira vez que aconteceu na Região Norte do Brasil. Os participantes vieram dos estados do Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo, mas também, de países como Chile, Moçambique, Portugal, e Surinam.

Belém foi escolhida como sede do XXVII ENTMME durante a assembleia de encerramento do XXVI ENTMME realizado em Poços de Caldas, Minas Gerais, em 2015, (Figura 1) e deve-se ao fato de ser a capital do estado que ocupa o ranque de segundo produtor mineral do Brasil.

Quatro Instituições participaram da organização do XXVII ENTMME: Instituto Federal do Pará (IFPA), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), Universidade Federal do Pará (UFPA) e Secretaria de Mineração e Energia (SEDEME). Os membros da Comissão Organizadora foram: Jaime Henrique Barbosa da Costa (IFPA), Oscar Jesus Choque Fernandez (IFPA), Denilson da Silva Costa (UNIFESSPA), Simone Patrícia Aranha da Paz (UFPA), Neilton da Silva Tapajós (IFPA) e Arthur Alves (SEDEME) (Figura 2).

Figura 1. Membros da comissão organizadora do XXVI ENTMME (em pé) e da Comissão organizadora parcial do XXVII ENTMME (agachados) em Poços de Caldas em 2015.

 

Figura 2. Membros da comissão organizadora do XXVII ENTMME, Empressa Pauta Eventos que gerenciou o evento e a SEDEME (Governo do Pará), patrocinadora do evento. Da esquerda para a direita: Eduardo Leão (SEDEME), Simone Patrícia Aranha da Paz (UFPA), Neilton da Silva Tapajós (IFPA), Cássia Moreira (Pauta Eventos), Jaime Henrique Barbosa da Costa (IFPA), Denilson da Silva Costa (UNIFESSPA), Oscar Jesus Choque Fernandez (IFPA) e Arthur Alves (SEDEME).

 

A programação do XXVII ENTMME envolveu cursos, palestras, visitas técnicas, festa de confraternização e jantar oficial. Ao todo foram cerca de 500 participantes, que submeteram 395 resumos dos quais 293 foram selecionados para apresentação oral e como painel. Deste total 31 foram publicados em parceria com a revista HOLOS e os demais nos Anais do XXVII ENTMME.

O evento iniciou com a realização dos seguintes minicursos:

1. Bio-extração de metais: da drenagem ácida à escala de produção: Prof. Dr. Luis Sobral e Dra. Débora Monteiro de Oliveira – CETEM (Figura 3).
2. Amostragem na Indústria Mineral: Profa. Dra. Ana Carolina Chieregati – Escola Politécnica da USP
3. Controle e Garantia da Qualidade Aplicado a Pesquisa e Exploração Mineral (QAQC): Dr. Albano Leite – TERRATIVA MINERAIS e Instituto Minere
4. Silica in the Bayer Process and how to manage it: Robert Lamacchia – Hydro Alunorte
5. Caracterização tecnológica de matérias primas minerais: Henrique Kahn – Escola Politécnica da USP

Como era de se esperar foram excelentes minicursos.

Figura 3. Alguns participantes do minicurso proferido pelo Prof. Dr. Luis Sobral e Dra. Débora Monteiro de Oliveira – CETEM.

 

Por ocasião da abertura do evento no dia 28 de outubro (Figura 4) o Prof. Dr. Paulo Roberto Gomes Brandão (professor emérito da Universidade Federal de Minas Gerais) recebeu o prêmio Slawomir Dominik Piatnicki, por suas contribuições científicas à mineração e pela sua capacidade de formação de recursos humanos para o setor mineral e de metalurgia.

Durante o eventos foram realizadas mesas redondas que abordaram os seguintes temas:

Tema 1: Desafios da mineração no estado do Pará e no Brasil.
Debatedores: Eduardo Leão (SEDEME/GOVERNO PARÁ) e Maurilio Monteiro (UNIFESSPA) (Figura 5).

Tema 2: Cristalização da gibbsita: mecanismos e impactos na qualidade da alumina.
Palestrante: Wlademir Penna (Hydro Alunorte).

Tema 3: Verticalização de ferrosos no Brasil e no mundo.
Palestrante: Clayton Labes (Sinobras).

Figura 4. Ceremônia de abertura do XXVII ENTMME. Da esquerda para a direita: Rômulo Angélica (UFPA), Fernando Lins (CETEM), Eduardo Leão (SEDEME-Governo do Pará), Jaime da Costa (IFPA), Oscar Choque Fernandez (IFPA), Maurilio Monteiro (UNIFESSPA).

 

Figura 5. Mesa Redonda Desafios da mineração no estado do Pará e no Brasil. Debatedores: Eduardo Leão (SEDEME/GOVERNO DO PARÁ) à esquerda e Maurilio Monteiro (UNIFESSPA) à direita, com mediação do Dr. Rômulo Simões Angêlica (UFPA) ao centro.

 

As palestras foram proferidas por prestigiosos profissionais do setor minero-metalúrgico nos diferentes eixos temáticos do evento, representado as seguintes instituições: CETEM (RJ), EMBRAPA, SECTEC, SENAI, UFMG, UFJF, UFOP, UFPE (Figura 6), UFRGS, UFRJ, USP.

 

Figura 6. Vista geral dos participantes durante a palestra do Prof. Dr. Carlos Adolpho Magalhães Baltar (UFPE).

 

Em assembleia realizada em 25/10/2017 a Universidade de Minas Gerais foi escolhida para organizar em Belo Horizonte, Minas Gerais o próximo evento XXVIII ENTMME (Figura 7).

Figura 7. Membros da comissão organizadora do XXVII ENTMME junto a dois membros da comissão organizadora do próximo XXVIII a ser realizado em Belo Horizonte. Da esquerda para a direita: Oscar Jesus Choque Fernandez (IFPA), Neilton da Silva Tapajós (IFPA), Simone Patrícia Aranha da Paz (UFPA), Membro XXVIII (UFMG), Membro XXVIII (UFMG), Jaime Henrique Barbosa da Costa (IFPA) e Denilson da Silva Costa (UNIFESSPA).

 

Ao final foram realizadas duas visitas técnicas, uma a empresa PHOSPAZ no município de Bonito (Figura 8) e outra a YMERIS no município de Barcarena, ambos no Pará (Figura 9).

Figura 8. Participantes durante a mina de fosfato da Phosfaz em Bonito.

 

Figura 9. Participantes durante às instalações industriais na Ymeris em Barcarena.